Moda na Grécia

Moda na Grécia

Por Renata, Beatriz Rodrigues, Julia, Luiza Posa, Bruna e Mirella, 6º A

  Na Grécia antiga, a roupa não possuía uma forma em si. Era composta por retângulos de tecidos finos e com vários tamanhos, dobrados sobre o corpo, sem cortes ou costuras.
  Haviam variações consideráveis na maneira de ajustá-los ao corpo, mas as linhas essenciais permaneciam as mesmas. O Quiton (ou Quitão), nome dado a uma das vestimentas gregas, uma túnica que descia até os joelhos ou tornozelos. Grande parte dessas túnicas era feita de lã; apenas os mais ricos podiam tê-la de algodão ou linho. Ele era preso por alfinetes ou broches de ouro, e normalmente usado com um cordão ou cinto feito de tiras de couro em volta da cintura.
  Tanto os homens como as mulheres trajavam também himátions, mantos que eles arranjavam com pregas sobre os ombros e os braços. Os moços por vezes usavam uma clâmide, pequeno manto preso no ombro. As mulheres podiam vestir também um péblos, que era uma variação do quitão. Dentro de casa os gregos habitualmente andavam descalços; na rua muitos usavam sandálias. A maioria dos gregos andava com as cabeças descobertas.
  Em relação à cor, as roupas gregas também eram bastante coloridas, sendo que as classes mais altas, usavam as cores fortes, como vermelho, amarelo, marrom e azul e as classes baixas e pobres utilizavam tecidos destoados ou crus, totalmente sem cor ou até mesmo brancos.
  Na realidade, nota-se que era mais uma forma de distinção de classes sociais

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: