A vez dos Fenícios

Deixando um pouco de lado os Persas, e seguindo o roteiro de nossas aulas, estou colocando agora um texto sobre os Fenícios, um povo dedicado ao comércio e as navegações.

Os Fenícios

A região da fenícia é um pedaço de terra estreito, banhado pelo mar Mediterrâneo, ao norte da Palestina (vejam o mapa no caderno de vocês), onde se desenvolveu uma cultura muito ligada (e dependente) da navegação e do comércio. Hoje, o Líbano ocupa esse território.

O comércio e a navegação surgiram devido ao pequeno tamanho do território e pelo fato das terras não serem favoráveis à agricultura. Além disso, a abundância de madeira existente em seu território, especialmente o cedro, permitiu a construção de uma grande frota naval. Com isso, os fenícios conseguiram estabelecer comércio com diversos pontos da Europa e da África. (ao lado, imagem de um barco fenício).

Cidades: entre os fenícios, não havia um governo centralizado, o que significa dizer que cada cidade era independente e tinha seu próprio governante, geralmente ligado aos comerciantes ricos e aos donos de embarcações. Como todas as cidades eram voltadas para o comércio, havia uma grande rivalidade entre ela, pela disputa das principais rotas. As cidades fenícias, por serem grandes centros de comércio, eram constantemente atacadas, e muitas delas foram destruídas.

Colônias: por volta do século XV, os fenícios controlavam boa parte do comércio no mar Mediterrâneo. Para melhor realizar esse comércio, eles fundaram diversas colônias no norte da África e no sul da Península Ibérica e da Itália, que funcionavam como locais de compra e venda de produtos e de abastecimento dos navios (principalmente com água e comida).

Sociedade: a sociedade fenícia estava dividida basicamente em dois grandes grupos. De um lado, os sacerdotes, os comerciantes e os políticos, e de outro lado as camadas populares e os escravos.

Religião: tinham vários deuses, ligados às forças da natureza. Em cada cidade havia um deus principal (espécie de deus-protetor).

Economia: construção de navios, produção têxtil (lã), metalurgia, cerâmica, vidraria.

Alfabeto: os fenícios desenvolveram um sistema prático e simples de escrita em que cada sinal representa um som. No total eram vinte e dois sinais. Mais tarde, os gregos e s romanos adotaram e melhoraram esse alfabeto.

Desenvolveram ainda a Astronomia e a Matemática.

Em 332 a.C., Alexandre Magno, da Macedônia, conquistou toda a região.

 

Bibliografia

Edward McNaill Burns, História da Civilização Ocidental.

Cláudio Vicentino, História Integrada.

Nelson Piletti e Claudino Piletti, História e Vida Integrada.

1 Comentário »

  1. Jessica Gabriele Santana da Silva said

    muito bom gostei muito e me ajudou tbm

RSS feed for comments on this post · TrackBack URI

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: